A Tríplice Hélice e a construção de ambientes de inovação: O caso da Incubadora Tecnológica de Luzerna/SC

Fernando Fantoni Bencke, Eric Charles Henri Dorion, Pelayo Munhoz Olea, Cleber Cristiano Prodanov, Fábio Lazzarotti, Lucas Bonacina Roldan
  • Desenvolvimento em Questão, May 2018, Editora Unijui
  • DOI: 10.21527/2237-6453.2018.43.609-639

A Tríplice Hélice e a construção de ambientes de inovação: O caso da Incubadora de Luzerna S/C

What is it about?

O presente artigo teve por objetivo analisar os fatores que determinaram a constituição de um ambiente de inovação, o caso da Incubadora Tecnológica de Luzerna (ITL), e o papel desempenhado pelos atores da tríplice hélice. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, exploratória e descritiva, que utilizou entrevistas semiestruturadas e análise de conteúdo como principais fontes de coleta e análise de dados. Como abordagem teórica, utilizou-se o modelo da tríplice hélice de Etzkowitz (2009). Os principais resultados destacam os seguintes fatores determinantes no surgimento da ITL: envolvimento de lideranças locais; a iniciativa do poder público municipal; presença de instituições públicas e privadas; inexistências de incubadoras em municípios próximos; e a necessidade de criar novas matrizes econômicas à região. Dentro o papel dos atores, destaca-se o ator governo, em especial a Prefeitura Municipal de Luzerna, em criar incentivos legais e financeiros, estimular a interação entre diferentes atores, gerar novas demandas de mercado, e estimular o surgimento da ITL. O ator universidade pela pré-incubadora existente, gerar conhecimento e formar profissionais. O ator empresa, pela colaboração interna das incubadas na ITL e a instalação da empresa âncora como incentivo para atrair novos empreendimentos.

Read Publication

http://dx.doi.org/10.21527/2237-6453.2018.43.609-639

The following have contributed to this page: Dr Pelayo Munhoz Olea and Dr Eric Charles Henri Dorion